Skip to main content

Mulher Sábia

Sou uma Mulher Madura

Tenho conversas focadas na solução dos problemas, não em acusações intermináveis;

Tenho auto confiança, o ciúmes e sentimentos depreciativos, não me dominam;

Tenho calma e freio ao falar, não machuco ninguém com minhas palavras;

Sei ser firme e decidida, quando há possíveis invasões dos meus direitos e valores;

Meu marido e filhos confiam em mim, pois desfrutam da minha idoneidade;

Respeito meu tempo de aprendizado, assim não me desespero diante dos desafios que terei que superar;

Busco inspiração em outras mulheres maduras e experientes, assim aprendo com suas vivências.

Sou uma Mulher Bondosa

Tenho compaixão com o próximo;

Não trato o mal com o mal;

Tenho atitudes assertivas diante de conflitos, não ajo com vinganca;

Tenho coração doador;

Ajudo o próximo;

Tenho empatia, choro com os que choram;

Não confundo permissividade com amor ao próximo;

Participo de contribuições genuínas;

Tenho decisões com bem estar da coletividade.

Sou uma Mulher Otimista

Tenho mais fé do que medo;

Tenho olhar racional diante das dificuldades;

Não vivo com sentimentos utópicos e irreais; tenho consciência do que sou e como estou;

Meus sonhos está pautado em Deus e no esforço que exerço para realiza-lós;

Sei que a murmuração não agrega em  nada, só entristece;

Diante das dificuldades, não me desespero, pois sei que nada é definitivo e infindável;

Minha segurança não é amparada nos homens, isso me tira da dependência deles;

A gratidão faz parte do meu estilo de vida;

Eduquei enxergar as situações com positividade saudável, para tomar decisões criativas;

Sei que a negatividade imobiliza a resolubilidade.

Mulher de Infinita Graça

Mulheres bíblicas e com graça

Reflexões, Viagens, Receitas

cam_9150

Amadas mulheres

Claro que iniciarei este blog comentando sobre vocês.

MULHERES, guerreiras, fortes, intuitivas, amorosas, disciplinadoras, que impactam a sociedade, a sua casa, aqueles que a rodeiam, e a sua família.

Mulher que batalha, não com força bruta, mas com força intuitiva.

Percebe o quanto você é importante?

A própria história da humanidade traz esse relato

Joquebede viu determinada a morte do seu recém-nascido filho Moisés, todavia usou suas habilidades protetoras de mãe e o protegeu de tal sentença.

Moisés, quando adulto, foi o libertador de um povo escravizado, anos após anos, tirando do deserto todo povo hebreu.

Trazendo para os dias atuais, temos a Maria da Penha, mulher que tinha todos os motivos para sentir-se vitima da vida, contudo fez da sua dor, luta e vitória.

Após ficar paraplégica, em decorrência de ser atingida por tiro disparado pelo próprio esposo, virou defensora dos direitos das mulheres, com movimentos que criaram a Lei que leva seu próprio nome, Lei Maria da Penha.

E você, pare e pense por apenas alguns minutinhos o quão impactante são suas atitudes.

Seu zelo com a família, a busca pela perfeição do trabalho que exerce, a demonstração de afeto aos que a rodeiam.

Quão bons frutos tais atitudes trazem para os que estão a nossa volta e a sociedade como um todo.

Pode ser que seu nome não inspirou nenhuma lei, e nem seu filho foi ou será o líder libertador de algum povo escravizado.

Mas você causa nas pessoas, honestidade, amor, afeto, gratidão, intimidade com Deus. Veja que são poucos adjetivos, mas que fazem um bem enorme à sociedade, para a não violência, para o bem estar comum.

Então querida e amada amiga, cuide-se, valorize-se, ame-se, não pense, nem por um instante que seu trabalho não está sendo visto ou é sem importância.

Talvez não haja holofote na lição de casa que você corrige do seu filho, após um dia cansativo de trabalho, pode ser que não haja um elogio após uma refeição feita com tanta dedicação e afeto.

Mas inevitavelmente você está criando um ser humano, inteligente, estudioso que trará bons frutos à sociedade, trazendo bons resultados humanos, psicológicos, sociais e econômicos ao mundo, tudo em decorrência de uma mãe que cuidou e corrigiu.

E aquele obrigada que nunca chega, saiba que os familiares reconhecem sim, e que seu cônjuge sente prazer em estar em casa e anseia por este momento gostoso de todos estarem à mesa, e cada prato saboroso que você faz, além da parte gastronômica agradável que há, também há algo invisível que não sentimos com nossas percepções humanas, que é a perpetuação pelo hábito de imitar que nossos filhos criam, em decorrência do que veem.

Perceba que essa atitude, totalmente comum, traz hábitos totalmente saudáveis à comunhão familiar, pois a comida une as pessoas, ali há conversa e confidencias, trazendo união entre os familiares.

Você é especial para Deus, dê-se o valor que tanto tem.

YouTube/CEOdoLar

Instagram/CEOdoLar

Facebook/CEOdoLar